Spread – O custo oculto entre as melhores ofertas de compra e venda

Dalton Vieira
08 de July de 2018

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é, como calcular e qual a importância do spread.


Conceito

Primeiramente o que é o Spread? No mercado de ações é a diferença entre as melhores ofertas de compra e venda de um mesmo ativo. Observe a 1ª linha destacada na figura do livro de ofertas da VALE5. Qual o valor do spread? Correto, R$ 0,02. Isto porque as melhores ofertas de compra e venda são de R$ 44,29 e R$ 44,31, respectivamente.

Spread - Livro de ofertas: VALE5

Qual a importância do Spread? De maneira simples o spread é útil para sabermos o custo para entrar e sair rapidamente de um ativo. Ao falar em custo neste artigo não será referente aos custos operacionais, como corretagem e emolumentos, assunto abordado em outro artigo.Clique aqui e veja nosso artigo sobre custos operacionais.


Como calcular o custo

Mas como calcular o custo através do spread? Simples, basta pegar o valor do spread e saber o que ele representa percentualmente sobre a melhor oferta de venda. Para um melhor entendimento vamos a um exemplo prático usando dois livros de ofertas.

Spread - Livro de ofertas: VALE5 e VALE5F

A figura 1 representa as ofertas da VALE5 no mercado à vista. A figura 2 representa as ofertas da VALE5F no mercado fracionário. O que o spread de R$0,02 da VALE5 representa sobre a melhor oferta de venda de R$44,31? Correto, aproximadamente 0,04%.

O spread da VALE5F é de R$0,16, obtido através da diferença entre as melhores ofertas de compra e venda destacadas na 1ª linha, respectivamente R$44,26 e R$44,42. Este spread equivale a 0,36% da melhor oferta de venda.

E o que significa o custo proporcionado pelo spread? Significa que a VALE5 precisa subir no mínimo 0,04% para que você possar sair sem perdas da operação, sem levar em consideração os custos operacionais. No caso da VALE5F será necessário subir 0,36%. Portanto, quanto maior for o spread mais o ativo precisará se valorizar para que a operação de compra comece a dar lucro.


Ativos com spreads menores

Com o objetivo de reduzir esse custo, onde o investidor pode encontrar ativos com spreads menores? Simples, monitorando os ativos mais líquidos, visto que quanto maior a liquidez de um ativo menor tende a ser o seu spread.

Spread - Relação com liquidez

Desta forma, um primeiro filtro a ser feito é operar no mercado à vista, ao invés do fracionário. Por exemplo, o investidor que deseja comprar ações preferências da Petrobrás terá um spread menor ao comprar PETR4, em vez de PETR4F.

Um segundo filtro, agora dentro do mercado à vista, é optar por operar as ações que fazem parte do Índice Bovespa (Ibovespa). Por último, os ativos com maior participação no Ibovespa costumam ser os de maior liquidez na BM&FBovespa e consequentemente com os menores spreads.

Há dois assuntos que tem uma relação direta com o Spread. Quais são eles? A liquidez, mencionada neste artigo, e a volatilidade


Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa. Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!


Recomendo!

Veja também o nosso artigo sobre Liquidez. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprenda>Blog do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

Comentários | 0 mensagem(s)
Ver Todos Comentários
Posts Relacionados