Volatilidade – Saiba o que é e qual sua importância no mercado de ações

Dalton Vieira
09 de April de 2019

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é volatilidade e qual a sua importância no mercado de ações.


O que é a Volatilidade?

É uma variável que indica a intensidade e a frequência das oscilações no preço de um ativo em um determinado período. Através desta variável é possível ter uma estimativa da faixa de preços que um ativo poderá oscilar no futuro.

Por exemplo, suponhamos que os ativos A e B possuem respectivamente uma volatilidade anual de 30% e 60%. Considerando que hoje o preço de ambos ativos é de R$30,00, qual é a estimativa de oscilação dos mesmos nos próximos 12 meses?

Volatilidade - Exemplo: Ativos A e B

Aplicando a volatilidade de 30% do ativo A sobre o valor de R$30,00, tanto para cima quanto para baixo, obtemos uma faixa estimada de oscilação que vai de R$21,00 a R$39,00. Por outro lado, o ativo B terá uma região estimada entre R$12,00 a R$48,00. A faixa maior de oscilação do ativo B foi proporcionada pela volatilidade duas vezes superior a do ativo A.


Risco do ativo através da volatilidade

Qual outra informação importante pode ser obtida através da volatilidade? Correto, o risco do ativo. Quanto maior for a volatilidade maior será o risco. Em outras palavras, quanto maior for a volatilidade maior será a intensidade e frequência das oscilações do preço de um ativo.

Vamos a um exemplo prático usando os gráficos diários da VALE5 e MILK11. Farei uma comparação da variação percentual dos ativos nos intervalos de tempo destacados pelos pontos A, B, C e D.

Volatilidade - Exemplo: VALE5 e MILK11

Repare no primeiro período, entre os pontos A a B, que a VALE5 gera um movimento de alta por volta de 13%. Já o movimento de valorização da MILK11 foi em torno de 35%. Na sequência, entre os pontos B e C, a VALE5 cai 7% e a MILK11 20%.

Por último, entre os pontos C e D, a VALE5 e a MILK11 sobem respectivamente 20% e 64%. A diferença da oscilação dos preços destes ativos é bem coerente com a volatilidade dos mesmos nos últimos 12 meses, VALE5 25,4% e MILK11 92,1%.

Desta forma, operar a MILK11 é bem mais arriscado do que a VALE5. Por quê? Porque ao comprar a MILK11 com expectativa de, por exemplo, lucrar 20% ou mais em poucos dias, você pode ter um prejuízo na mesma proporção.


Como obter a volatilidade das ações

Agora vem uma pergunta importante, como obter a volatilidade das ações listadas na bolsa de valores? Simples, basta acessar o site da BM&FBovespa e depois o menu Serviços > Market Data > Consultas. Na sequência clique em Volatilidade dos Ativos na coluna Mercado a Vista.

Além disso, você poderá acessar a lista das ações que acompanho e verificar a volatilidade diária média dos últimos 10 pregões. Acesse: Clique aqui e veja as ações que acompanhamos.


Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa. Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!


Recomendo!

Veja também o artigo sobre Liquidez. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprenda>Blog do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

Comentários | 0 mensagem(s)
Ver Todos Comentários
Posts Relacionados