Suporte – O que é e as principais características

Dalton Vieira
12 de September de 2018

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo o que é quais são as principais características do Suporte, princípio essencial da Análise Técnica.


O suporte e a resistência certamente são os princípios essenciais mais usados pelos analistas técnicos. Ao meu ver eles são fundamentais na nossa tomada de decisão de compra e venda de ativos. Portanto, entender bem esses conceitos e saber como aplicá-los aumentará a chance de obter lucro nos seus investimentos.


O que é um Suporte?

É um patamar ou uma região no gráfico onde há um interesse de compra maior por parte dos investidores, a qual costuma gerar uma pressão compradora suficiente para interromper a trajetória de baixa do preço, conforme mostra a figura abaixo.

Suporte - Pressão compradora

Qual a psicologia por trás do Suporte?

A memória humana associada aos fatores de oferta e demanda criam os suportes. Como assim? Primeiramente imagine que você deseja comprar a GOLL4. Ao observar o comportamento do preço desta ação, você percebeu que após uma forte desvalorização o preço parou de cair por volta dos 30,00 e começou a subir, chegando a ter uma valorização de 10%.

Suporte - Psicologia

Caso a ação volte a cair e se aproxime novamente dos 30,00, o que você e outros investidores tendem a fazer nesta situação? Isso mesmo, comprar! Por quê? Porque o que está mais recente na sua memória é que a ação parou de cair em torno dos 30,00 e depois subiu até os 33,00. Logo, a expectativa de que isso ocorra novamente faz com que você e outros investidores comprem a GOLL4, visando um lucro semelhante ao da valorização anterior.

A pressão compradora gerada na situação apresentada forma uma região de suporte que dificulta a continuidade do movimento de queda do preço.


Exemplo

Vamos ao exemplo prático no gráfico diário da BTOW3. Observe que a ação vinha em um forte movimento de baixa e parou de cair na faixa de preço dos 28,40 a 27,50, ponto A no gráfico. O interesse maior dos compradores nesta região reverteu a queda do preço e gerou um movimento de alta de aproximadamente 10% até o ponto B.

Repare que quando o preço voltou a cair até o ponto C, mesma faixa de preço do ponto A, os compradores voltaram a atacar, visto a expectativa de ver a ação repetir o movimento de valorização anterior. Só que desta vez a recompensa foi bem maior, basicamente o dobro até atingir o ponto D no gráfico.

Suporte - Exemplo

Novamente o preço volta a cair para mesma faixa de preço dos pontos A e C. Primeiramente a pressão compradora na região de suporte impediu a continuidade do movimento de baixa, proporcionando um movimento lateral do preço.

Em seguida a pressão compradora foi reforçada por investidores que tinham a mesma expectativa, lucrar caso houvesse um movimento de alta semelhante ao do ponto C ao D. Isto resultou mais uma vez em um forte movimento de valorização por volta de 20%.


Pontos de Suporte

Quais são os pontos que encontramos suportes no gráfico?

Suporte - Pontos de suporte

Todos os itens citados serão abordados separadamente em outros vídeos de aprendizado.


Aspectos importantes

Quais são os fatores que aumentam a importância de um suporte?

1. A quantidade de vezes que uma região de suporte foi testada. Um número maior de toques do preço em uma faixa de suporte torna a mesma mais importante;

2. O tempo que ele foi gerado. Quanto mais recente mais importante será o suporte. Por quê? Porque nos recordamos mais facilmente de fatos que ocorreram recentemente, logo uma quantidade maior de investidores tende a comprar em uma região de suporte formada há pouco tempo.

Suporte - Fatores que aumentam a importância

O exemplo comentado anteriormente no gráfico diário da BTOW3 representa bem os dois fatores apresentados que aumentaram a importância do suporte por volta dos 28,40.

3. Tendência de alta. Suportes dentro de uma tendência de alta do preço são mais importantes, ou seja, costumam proporcionar uma pressão compradora maior do que nos suportes existentes na tendência de baixa.

4. Concentração de suportes. Uma faixa de preço que coincide mais de um ponto de suporte, como um fundo anterior e um número redondo (uma média móvel, gap de alta e uma linha de tendência de alta), torna-se mais importante, pois normalmente proporciona uma pressão compradora maior.


Como tirar proveito das faixas de Suporte?

Já aprendemos que o suporte é uma região no gráfico que costuma haver uma pressão compradora maior. Ótimo, mas o que fazer com esta informação? Simples, comprar quando o preço do ativo testar a faixa de suporte.

Para ficar mais claro, vamos voltar ao exemplo da BTOW3. Ao identificar a faixa de suporte as compras seriam acionadas no teste desta região. Observe que a pressão compradora nos pontos destacados no gráfico resultaram em fortes movimentos de alta e consequemente em bons lucros.

Suporte - Como tirar proveito

Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa. Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!


Recomendo!

Veja também o artigo sobre Resistência. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprenda>Blog do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

Comentários | 0 mensagem(s)
Ver Todos Comentários
Posts Relacionados