Topo Duplo – Saiba como identificar e tirar proveito

Dalton Vieira
15 de July de 2018

Olá amigos investidores, sejam muito bem-vindos a nossa sala de aprendizado. Explicarei neste vídeo como identificar e tirar proveito do padrão gráfico chamado Topo Duplo - M.


O que é o Topo Duplo?

É um padrão gráfico ou uma figura de reversão que sinaliza a mudança de uma tendência de alta para baixa. Mas como ocorre a formação do padrão? Geralmente o topo duplo é formado por dois topos consecutivos que são separados entre si por um fundo. A formação do padrão se assemelha à letra M.

Topo Duplo - Conceito

Os topos costumam ocorrer em uma mesma faixa de preço, podendo ser ligados por uma linha horizontal que funciona como resistência. É aceitável uma pequena inclinação desta linha. O fundo entre os topos funciona como suporte e tem papel fundamental na confirmação do padrão.


Quais são as principais características?

1. Ocorre dentro de uma tendência de alta. Isto significa dizer que topos e fundos ascendentes antecedem a formação do padrão.

Topo Duplo - Características

2. Projeção - a projeção nada mais é que o objetivo de baixa que o preço pode atingir após romper o suporte. E como é calculada esta projeção? Simples, basta pegar a altura do padrão, distância vertical entre a linha que liga os topos e a mínima do fundo, e projetá-la abaixo da linha de suporte após a confirmação do topo duplo.

Outra projeção de queda é dada pela mínima do fundo que antecede a formação do padrão. Isto significa dizer que, após a confirmação do padrão, o preço tende a buscar o suporte deste fundo.


Mas como ocorre a confirmação desta figura de reversão?

O Topo Duplo é confirmado após um fechamento abaixo da linha de suporte, proporcionada pela mínima do fundo. Portanto, ao confirmar o padrão gráfico temos a reversão da tendência.

Topo Duplo - Confirmação

Um volume acima da média acompanhando o candle responsável pelo rompimento da linha de suporte torna a confirmação mais significativa, aumentando assim a chance de atingir a projeção de baixa.


Exemplo - GFSA3

Vamos ao exemplo prático usando o gráfico diário da GFSA3. Até o ponto A podemos identificar uma tendência de alta, devido aos topos e fundos ascendentes. Após um fundo ascendente destacado pelo ponto B, há um movimento de alta do preço que para de subir justamente na resistência proporcionada pelo topo anterior.

A formação do segundo topo, ponto C no gráfico, no mesmo nível do primeiro sinaliza uma fraqueza por parte dos compradores, consequentemente da tendência de alta ao não conseguir manter os topos ascendentes.

Após o topo C, o topo duplo já está confirmado? Não. A confirmação do padrão somente ocorreu após fechamento abaixo da linha horizontal traçada a partir do fundo anterior.

Topo Duplo - Exemplo GFSA3

Qual o candle responsável pelo rompimento da linha e consequentemente pela confirmação do padrão? Correto, o candle destacado pelo ponto D, pois o mesmo possui um fechamento abaixo da mínima do fundo entre os dois topos.

Para sabermos o objetivo de queda após o rompimento, projetamos a altura do padrão abaixo da linha de suporte, a partir do ponto em que houve o rompimento. Observe neste exemplo que a projeção é atingida em um único movimento de baixa.

Alguns analistas costumam realizar operações de venda na confirmação do Topo Duplo, ou seja, no fechamento abaixo da linha de suporte.


Etapa concluída

Parabéns! Você concluiu mais uma etapa. Espero sempre contar com a sua presença na nossa sala de aprendizado. Muito obrigado!


Recomendo!

Veja também o artigo sobre Padrões Gráficos. Deseja continuar o aprendizado? Simples, acesse o menu Aprenda>Blog do site e desfrute dos diversos vídeos e artigos disponíveis.

Comentários | 0 mensagem(s)
Ver Todos Comentários
Posts Relacionados